Revestindo-se do novo!



Revestindo-se do novo!



A santidade é sempre uma obra gradativa!


Efésios 4: 14 ao 24 para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro. 15Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, 16de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.17 Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, 18 obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração, 19 os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza. 20 Mas não foi assim que aprendestes a Cristo, 21 se é que, de fato, o tendes ouvido e nele fostes instruídos, segundo é a verdade em Jesus, 22 no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, 23e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, 24 e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.



Todo evangelho leva à santidade.


Um cristão que não busca a santificação, é uma contradição de tudo o que a bíblia ensina. Mesmo na questão de trajes e aparência, o cristão deve ser cuidadoso. Ele não se deixa governar pela vaidade, com todas as suas atrações sensuais, todas as incitações para o mal. O cristão é cuidadoso e modesto no vestir. Não somente nas coisas que ele fala, mas também na maneira que ele fala. Ser cristão significa que nascemos de novo. Cristianismo, portanto, não é melhorar o mundo. Até porque cristianismo nunca foi sinônimo de moralismo. O evangelho prega a santidade; prega o viver cristão contrariamente ao viver pagão. Se vocês o ouviram, nos diz Paulo, se vocês foram ensinados por Cristo, como a verdade está em Jesus, vocês simplesmente não podem continuar no pecado. Não existe santidade sem luta, de igual modo não existe atalhos para a santidade.


Quero apresentar duas verdades a respeito do crescimento em santidade:


I. Tudo no evangelho leva à viver em santidade (4:20-21).


Nós nascemos de cima, do Espírito. Somos uma nova criação.


O cristão é alguém que foi separado e retirado do mundo. Tornar-se cristão meus irmãos, é aprender de Cristo (v. 2 . O que Paulo está querendo dizer com a expressão “vós não aprendestes assim de Cristo”? Aprender de Cristo pode ser visto no exemplo de Lídia, a primeira pessoa, em certo sentido, a se converter na Europa. Podemos nos recordar no que a bíblia diz em


Atos 16:14 Certa mulher, chamada Lídia, da cidade de Tiatira, vendedora de púrpura, temente a Deus, nos escutava; o Senhor lhe abriu o coração para atender às coisas que Paulo dizia. 15 Depois de ser batizada, ela e toda a sua casa, nos rogou, dizendo: Se julgais que eu sou fiel


Paulo se juntara a uma reunião de oração de um grupo de mulheres na cidade de Filippos, numa tarde de sábado. Ele lhes pregara, anunciando-lhes a Palavra do Senhor; então nos fala dessa mulher, Lídia, a vendedora de púrpura e nós lemos sobre Lídia o seguinte: “O Senhor lhe abriu o coração”. Isto é, uma vez com o coração aberto, ela agora podia entender o que Paulo falava. Aprender de Cristo não é unicamente saber que os nossos pecados são perdoados. Se você tem algum conhecimento de quem é Cristo, isso terá que levá-lo a santidade.


1º - Descobrimos que: Para revestir-se do novo é necessário de santidade e ela é gradativa.


2º - Descobrimos que: Para revestir-se do novo é necessário abrir o coração para a verdade em Cristo Jesus!


3º - Descobrimos que: Para revestir-se do novo é necessário Ouvir de Cristo, e ser ensinado por Cristo (v. 21).


4º - Quando isso acontece nós começamos a se despir do velho homem e se revestir do novo.


Para obtermos o sentido exato disso devemos começar examinando as expressões que Paulo utiliza – despir-se, ser renovado e revestir-se. Aqui é uma figura de linguagem que mostra você tirando a roupa usada e colocando outra limpa, depois do banho. Paulo faz esta analogia para nos ensinar algo que é importante para a nossa santificação. Não pode ser meio tirar e meio pôr. Ou você troca de roupa depois do banho ou a apanha a mesma e veste. Esta figura traz a idéia de abandonar, renunciar, pôr de lado uma coisa e não usá-la mais. Ora, o que é que devemos despir?


Efésios 4:24 E vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.



2. Revestir-se do novo homem (v. 24).


Uma renovação contínua, novas atitude, uma mente conforme a mente de Cristo.


Romanos 12:2E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.


I Coríntios 14:15 Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com a mente; cantarei com o espírito, mas também cantarei com a mente



Não seremos capazes de despir-nos do velho homem nem de revestir-nos do novo, se não estivermos sendo constantemente renovados na nossa mente que por sua vez leva ao nosso espírito a nova maneira de viver. A pergunta é a seguinte: Como nos revestimos do novo homem?


Levitico 26: 10 Comereis o velho da colheita anterior e, para dar lugar ao novo, tirareis fora o velho.


Ser cristão não é ser moralista !


Qualquer pessoa pode tirar o uniforme e pôr outro. O moralista não é cristão. O moralista tira um terno ruim e veste um bom, mas ele continua a mesma pessoa não muda. Interessante que muitas vezes com o tipo de roupas que usamos depende do tipo de papel que desempenhamos. Por exemplo, quando vamos a um casamento, usamos um certo tipo de roupas. Antigamente, quando se ia a um funeral se usava roupas características. Algumas profissões usam roupas próprias para ofício que exercem: O advogado, o médico, o policial, o preso etc.


Quando se muda de papel, troca-se de roupas.


É exatamente isso que Paulo está nos ensinando. Visto que por uma nova criação tiramos a velha humanidade e vestimos a nova, devemos também deixar de lado os velhos padrões e adotar os novos. Nosso novo papel envolverá novas roupas, e a nossa nova vida, um novo estilo ético de viver.


Como você esta vivendo?


O homem de mais de 50 anos e que se orgulhava do bigode: "Essa coisa não é boa para o cristão. Por isso rapei." muitos já descobriram que existem coisas que para nós cristãos não pega bem! O cristão não deve sequer parecer-se com o homem ou mulher típica do mundo. Há certas coisas que são incompatíveis com a nova vida. Uma série de atitudes despojadas. Um novo homem é composto de nova forma de pensar. Uma série de atitudes novas.


Salmos 7:9 Cesse a malícia dos ímpios, mas estabelece tu o justo; pois sondas a mente e o coração, ó justo Deus.


É o oposto de (despir) v. 21. Colocar no lugar novos costumes. Resultado do novo homem em Cristo. Alguém que anda em justiça e retidão. Anda com Deus. Perceba que os dois verbos dão ênfase ao benefício próprio. O novo homem não é uma coisa que você veste uma vez ou outra, quando você de repente fica sério. Num sentido, nunca deveria ser necessário que o cristão se esforçasse para lembrar-se de que é cristão. Se você de fato se revestir do novo homem, sempre se lembrará de que é cristão. Use tudo o que você sabe, que o faz lembrar do novo homem e que lhe ajuda a alimentar e edificar o novo homem. Deixe o velho homem passar fome.


Despir-se do velho homem não é uma coisa que você deve orar para ver se é vontade de Deus despir-se ou não. É claro que devemos orar sobre todas as coisas, mas o que estou dizendo é que não se deve resolver este problema apenas orando sobre ele.


3. Ser renovado na maneira de pensar (v. 23)


Literalmente significa renovar, ou feito de novo. Sugere uma restauração. O tempo verbal mostra que o cristão deve continuar sendo renovado. Perceba que dentro do texto, despir-se é nossa ação, revestir-se também é nossa ação, mas ser renovado não é nossa ação, é algo que nos acontece. Nós vamos sendo renovados em conformidade daquilo que aprendemos em Cristo .


Timóteo 6:5 Altercações sem fim, por homens cuja mente é pervertida e privados da verdade, supondo que a piedade é fonte de lucro.


II Coríntios 11:3 Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo.


II Coríntios 11:4 Se, na verdade, vindo alguém, prega outro Jesus que não temos pregado, ou se aceitais espírito diferente que não tendes recebido, ou evangelho diferente que não tendes abraçado, a esse, de boa mente, o tolerais.azarara


II Tessalonicenses 2:2 a que não vos demovais da vossa mente, com facilidade, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como se procedesse de nós, supondo tenha chegado o Dia do Senhor.












Estudos em Destaque