Os desafios que somos submetidos!



Os desafios que somos submetidos!


I lugar : Crescemos a partir dos desafios que Deus nos propõe


I Samuel 17:36 “o teu servo matou tanto o leão como o urso; este incircunciso filisteu será como um deles…”


Os desafios de Deus para o homem tem por função prepará-lo para uma vitória maior,


Todas as vezes que aceitamos desafios nós crescemos. Todas as vezes que aceitamos desafios nós estamos entrando num processo de amadurecimento e com isso a tendência é nos parecermos ainda mais com Jesus. Jesus ao aceitar o seu destino de cruz, aceitou o desafio de sofrimento, e com isso, diz a palavra :


Filipenses 2.9 que ele pode ser exaltado sobre todos os nomes,


caso o desafio não fosse aceito, não podemos afirmar que o nome de Jesus estaria acima de todos, pois Ele só se tornou Cristo e Senhor, quando aceitou o desafio e venceu.



II Lugar Adquirimos comunhão com Deus a partir dos desafios!


Davi demonstra uma comunhão profunda com Deus quando ele diz no versículo 37 “O Senhor me livrou das garras do leão e das do urso; ele me livrará das mãos deste filisteu.”,


Assim como Abraão que ao aceitar o desafio de sacrificar Isaque, também teve sua comunhão confirmada por Deus quando Ele diz, “agora sei que me amas”.


Aceitar os desafios de Deus, é demonstrar a Ele que o tememos, não só de palavras mas de Coração, diferente de exemplos dados pelo povo de Israel, assim como esta escrito em


Isaias 29:13 “O Senhor disse: Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temos para comigo consiste só em mandamentos de homens que maquinalmente aprende…”.


III Lugar Todos os desafios da vida, nós preparam para o maior de todos os desafios



Lucas 18: 8 “Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Contudo, quando vier o filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?


Somos desafiados todos os dias a sermos fieis para estarmos prontos na vinda de Cristo.


Quando ele voltar achará Ele um povo apercebido ou desacostumados aos desafios, que em meio a tribulação (que é um desafio para todos), encontrará um povo desprovido de convicções e desapercebido da volta de Cristo.


Mateus 7: 24


vemos claramente a importância de praticar a palavra de Deus ou seja aceita-la e ser desafiado a cumpri-la, quando Ele compara o homem que prática ao homem prudente.


Deus não se comove por palavras e sim com atitudes.


Sabemos que Deus revela sua Palavra através das palavras e atos dos seus servos fieis e obedientes. Sabemos que Deus está procurando cristãos comprometidos, que tenham caráter irrepreensível, que sejam submissos, obedientes e maduros diante de Deus. Devemos lembrar que ser cristão antes de tudo é ser servo, ser líder é ser exemplo.ser líder é estar pronto para novos desafios.


JOSUÉ 1: 1-11


Josué tinha um grande desafio.


Moisés, seu líder havia morrido e agora ele tinha a missão de conduzir mais de 2 milhões de israelitas `a conquista de Canaã .Era uma realidade nova, que trazia receios ao seu coração .Muitas vezes enfrentamos situações assim em nossa vida. Algo muda de repente e nos vemos diante de um grande desafio. Vamos aprender os segredos que fizeram Josué um conquistador.



I- JOSUÉ BUSCOU OUVIR A VOZ DE DEUS (Js 1:1)


Josué não ficou apavorado com a nova situação e nem saiu fazendo as coisas do seu jeito.A primeira coisa que ele fez, foi procurar ouvir Deus. Muitas vezes diante dos desafios da vida, queremos encontrar o caminho sem consultar a Deus. Por isto fracassamos .Deus sempre tem uma direção para sua vida, só precisamos ouvi-lo!


II – JOSUÉ NÃO FICOU PRESO AO PASSADO. ELE OLHOU PARA O FUTURO.


(Js.1:2) Embora Moises tivesse sido seu grande líder e amigo, agora estava morto.Josué entendeu que não poderia ficar chorando e se lamentando.A ordem de Deus é que ele olhasse para frente! Muitos sofrem perdas e sua vida, muitas vezes em conseqüência do seus erros se recusam a desligar-se do passado e isso acarreta grandes traumas e desanimo em suas vidas. Se algo deu errado ou mudou o curso das coisas em sua vida, não adianta ficar lamentando-se .Temos que crer que o Senhor esta no controle de tudo e tudo tem uma recompensa diante dele.


III - JOSUÉ DEIXOU DEUS ESTABELECER METAS CLARAS (JS.1:4)


Para sermos conquistadores, temos que ter metas claras em nossa vida. Por isso Deus estabeleceu os limites da terra que deveria ser conquistada por Josué e seu povo. Você como uma ovelha do pastor Moacir Pereira tem que ter metas claras para sua vida pessoal e ministerial? Você tem uma lista de propósitos pelos quais está orando todos os dias? Se você não sabe onde quer chegar, provavelmente não chegará a lugar algum.



IV - JOSUÉ ENTENDEU O VALOR DO ESFORÇO E DO ÂNIMO (JS.1:6,7,9)


Deus repetiu três vezes a ordem para que ele tivesse esforço e bom ânimo.Sem estas duas virtudes, ninguém conquistará grandes coisas. Satanás faz de tudo para desanimar o líder cristão, pois sabe que se ele estiver desanimado nenhum projeto será realizado na obra de Deus. Precisamos usar de todas as nossas forças e buscar sempre no Espírito Santo o poder renovador .


V – JOSUÉ ENTENDEU QUE PRECISAVA DEDICAR-SE A PALAVRA DE DEUS


Js.1:8 – Um dos grandes segredos para as vitórias espirituais é o amor à palavra de Deus. Por isto Deus levou Josué a fazer uma aliança com a palavra mais ele não ficou apenas na palavra teórica ele agiu . Hoje uma das maiores armas do Diabo é tirar o apetite da leitura da palavra de Deus e quando os crentes a absorve não as pratica.Muitas vezes lemos muitos livros, mas não pegamos na palavra.Segundo o texto, precisamos ter três atitudes com a palavra.


1- estudar – medita nele dia e noite.

2- Proclamar ou declarar- Não se aparte da tua boca o livro desta lei

3- Praticar – Para que tenhas o cuidado de fazer tudo o que nele está escrito.


Precisamos mudar nossa maneira de liderar, levando mais a sério o chamado que o Senhor tem feito para nossas vidas.Faremos da Comunidade Cristã Plenitude uma igreja madura, mas antes de tudo seremos grandes exemplos de uma liderança visionária, apaixonada e comprometida com o reino de Deus.


Conclusão:


Desafios, trazem crescimento, a comunhão traz a certeza da vitória, os desafios nos traz convicção da salvação. Os nossos desafios são base para a nossa vida Cristã, sem desafios não somos completos e não seremos aprovados, pois só é aprovado aquele que durante seus dias, são testados e se preparam para o maior de todos os desafios.



Estudos em Destaque
Estudos Recentes